sábado, 7 de fevereiro de 2015

No jardim

Ando sem genica, sem tempo e sem vontade para cuidar do nosso mini jardim. E ele está a precisar tanto. O inverno, a chuva e o vento estão a fazer os seus estragos e ao mesmo tempo a sua função. Há folhas da nespereira por todo o lado, a relva cresceu de forma absurda enquanto as plantas ditas daninhas, proliferam por metade do espaço existente.
O surpreendente (bem, talvez só para alguém como eu que não percebe muito de horta) é que alguns dos bolbos que plantámos há uns meses parecem querer despertar para a vida e que pequenos vegetais, tais como as alfaces, surgem espontaneamente de plantações anteriores aqui e ali. O limoeiro continua com dois ou três limões e temos ainda brócolos lindos que em breve vão encontrar o seu destino... 
Já estava com saudades de fazer isto, olhar para o nosso jardim pelos olhos da máquina, ao detalhe, com tempo e carinho. 






11 comentários:

  1. A isso eu chamo pequenos grandes prazeres!!! Como eu gosto disso:)
    Beijinho e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também eu Catarina... beijocas e um fim de semana cheio de sol! :-)

      Eliminar
  2. Eu também ando com alguma preguiça nesse campo... ainda que só tenha uma varanda-jardim!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os dias de chuva não ajudam não é Ema? Eu pelo menos sinto sempre menos disposição e com esta barriga gigante no caminho então a motivação é quase zero... coitadinhos dos meus morangueiros... :-(

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Querida Magda, já não me consigo imaginar a viver de outra forma... a terra exerce um fascínio fantástico em mim cada vez mais. :-)

      Eliminar

Escrevam-me de volta. Gosto de saber que não estou a "falar" sozinha.... :-)